Noticias
Toda a informação relevante sobre o imobiliário em Portugal
Noticias
Voltar \ Covid-19: “Nota-se uma afluência enorme e nunca vista na procura de casas nos meios rurais”

Covid-19: “Nota-se uma afluência enorme e nunca vista na procura de casas nos meios rurais”

19 out 2020
Covid-19: “Nota-se uma afluência enorme e nunca vista na procura de casas nos meios rurais”
Francisco Grácio, CEO da PortugalRur, diz em entrevista que devido à pandemia a procura de imóveis no interior do país disparou.

Ao longo dos 20 anos de atividade, a PortugalRur, com sede em Proença-a-Nova, tem vindo a fixar gente no interior de Portugal, famílias que recuperam casas, ajudam a combater a desertificação, alavancando a economia e o comércio local. Em entrevista ao idealista/news, Francisco Grácio, fundador e CEO da empresa dedicada à promoção e venda de imóveis rurais, destaca que, desde o início do confinamento provocado pela Covid-19, nota-se uma "afluência enorme e nunca vista na procura de casas e propriedades no meio rural". As pessoas, que se decidem mudar, procuram neste entorno um novo refúgio pessoal e familiar, longe dos grandes centros urbanos.

No percurso de 20 anos de atividade da PortugalRur quais foram os momentos mais marcantes?

Ao longo destes anos, houve momentos que importa realçar, tais como os encontros nacionais promovidos pela empresa, a participação em feiras internacionais na Holanda e em França, no Salão do Imobiliário de Paris. Mas também no SIL, em Lisboa. Estas atividades foram importantes para o reconhecimento de liderança nacional e internacional da PortugalRur, no nosso segmento de mercado.

Veja Também